Conexão Repórter retrata a crise do coronavírus nas favelas brasileiras

O “Conexão Repórter” desta segunda-feira, 04 de maio, retrata a crise do coronavírus nas favelas brasileirasRoberto Cabrini mostra a dramática luta pela sobrevivência em locais que já sofrem com a carência de tudo. De dentro de uma das maiores favelas de São Paulo, o jornalista narra histórias da batalha por uma chance, registrando que a transmissão comunitária é uma realidade.

Com 100 mil habitantes vivendo lado a lado com bolsões de luxo, na zona sul da capital paulista, Paraisópolis está longe de viver tempos do paraíso que seu nome sugere. O telespectador irá acompanhar como a Covid-19 se expande e traz com ele o desemprego em massa, de moradores acuados tanto pela epidemia quanto pelas ofertas de trabalho. O programa monitora a situação do local há quase dois meses e revela o resultado que se desenha até agora: 80 casos confirmados de coronavírus, 200 moradores em isolamento, e 10 mortes. Cabrini conversa com o líder comunitário Gilson Rodrigues, que traz a resistência como palavra de ordem. O

jornalista mostra ainda como os moradores encontraram suas próprias soluções, as doações que chegam, o auxílio de voluntários, o trabalho de bombeiros e até mesmo a trégua do tráfico diante da situação.

O documentário “Vírus, Morte e Sobrevivência na Comunidade” é o sétimo capítulo da série “O Inimigo Invisível“, no Conexão Repórter, logo após o Programa do Ratinho.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s